News
2020-11-04
Elvira Fortunato realça papel de processamento de materiais na sustentabilidade

A engenheira de materiais Elvira Fortunato, que inventou o transístor de papel, assinalou esta quarta-feira, citando a sua experiência de laboratório, que a sustentabilidade do mundo depende do processamento de materiais não tóxicos e abundantes com tecnologias “amigas” do ambiente.


Segundo a investigadora, que falava em Lisboa, no Encontro Ciência 2020, a reciclagem de lixo eletrónico, gerado por exemplo por componentes de computadores ou telemóveis, não é feita “na maior parte dos casos”, pela dificuldade e pelos custos associados, e a exportação, como sucede, para África, Índia e China “não é solução”.

Notícia completa em:

Observador Online, 05-11-2020

Notícias ao Minuto Online, 04-11-2020